(11) 3090-7535 / (27) 3262-0877 comercial@villetarget.com

É claro que o objetivo de qualquer loja é a venda. No entanto, para alcançá-lo, é preciso trilhar um longo caminho, que envolve atrair, engajar e converter leads. No comércio eletrônico, essa preocupação é ainda maior, uma vez que a concorrência está a um clique de distância. Por isso, a automação de marketing para e-commerce se tornou indispensável.

De acordo com pesquisa da Connected Life, 88% dos consumidores brasileiros realizam algum tipo de pesquisa antes de fazer uma compra. Na maioria das vezes, essa pesquisa é realizada na internet.

Com tantas informações acessíveis aos consumidores, eles têm o poder para decidir onde e quando realizarem uma compra. Nesse sentido, o desafio para atrair, engajar e converter fica ainda mais complicado. Exige-se que a loja virtual tenha uma equipe de marketing eficiente, que seja capaz de impactar positivamente potenciais compradores.

Encantar os clientes é cada vez mais importante, principalmente quando eles não avaliam apenas o melhor preço para concretizar uma compra. Há uma série de outros fatores que levam uma pessoa a comprar ou não um produto de uma determinada loja virtual, como:

  • Preço;
  • Benefícios do produto;
  • Experiência de compra;
  • Identificação com a marca;
  • Qualidade do atendimento;
  • Satisfação de outros clientes;
  • Pós-venda.

Diante desse cenário, é fundamental ter um planejamento de marketing digital que trabalhe em diversos canais digitais. De modo geral, as campanhas devem evidenciar o custo-benefício do produto, alcançar um público com potencial de compra e trabalhar o branding para construir uma marca forte.

 

 

Ações de marketing que não podem faltar para uma loja virtual

1. Otimização do site

Sabendo que quase todo mundo pesquisa no Google, é muito importante ter uma estratégia que visa a otimização do seu site. Aqui, estamos falando do investimento em SEO. Para tanto, é importante conhecer os critérios que a gigante utiliza para ranquear os de busca.

Quanto às questões mais técnicas, podemos citar que o Google prioriza páginas web responsivas, uma vez que mais de 92% dos usuários acessam a internet por um dispositivo móvel. De preferência, os sites também devem ser leves para carregarem rapidamente e possuírem URLs amigáveis. Esses detalhes ajudam a melhorar a experiência do usuário.

Além disso, é muito importante gerar conteúdos de qualidade e relevantes para palavras-chave estratégias ao negócio. Por exemplo, uma marca de artigos esportivos, pode fazer um texto com a expressão “os melhores modelos de tênis de corrida”.

automação de marketing para e-commerce SEO

Esse trabalho de SEO deve ser contínuo e consistente. Assim, aos poucos, a loja virtual consegue aparecer na primeira página do Google e captar leads quentes.

2. Mídia paga

Paralelamente ao trabalho de SEO, que dá resultados a médio e longo prazo, vale a pena investir em mídia paga, como Facebook Ads e Google AdWords. Essa estratégia leva bastante tráfego qualificado para o e-commerce, ou seja, prontos para a compra. O resultado é imediato.

Outro ponto interessante dessas ferramentas é que você consegue direcionar seus anúncios para um público mais propenso a comprar na sua loja. Trata-se de um tiro mais certeiro. Isso sem falar que o alcance das duas plataformas é enorme.

3. Email marketing

À medida que leva tráfego para a sua loja virtual e aumenta suas vendas, você começa a construir uma base de clientes, com nome, email e histórico de compra. Você pode (e deve) utilizar essas informações para montar a sua estratégia de email marketing.

E não pense que essa ferramenta não funciona. Segundo a consultoria empresarial McKinsey, o email marketing converte três vezes mais do que as redes sociais. Tanto é assim que 44% dos norte-americanos já fizeram ao menos uma compra depois de receber um email promocional.

automação de marketing para e-commerce email marketing

Agora, para você perceber os benefícios do email marketing, você precisa enviar as mensagens certas para o público certo, né? Por exemplo, você pode deixar programado o disparo de um email promocional para um grupo de pessoas que chegaram a comprar pelo menos uma vez na sua loja no último mês. (Olha aí a automação de marketing para e-commerce dando as caras).

Caso esse grupo de consumidores tenha tido uma boa experiência na primeira compra, fica mais fácil convencê-lo a efetuar uma nova aquisição. Aqui, vale a pena conferir algumas dicas para você montar um email marketing matador.

4. Redes sociais

As redes sociais são outra parte muito importante dentro da estratégia de marketing digital. Isso porque mais de 100 milhões de brasileiros estão inscritos em alguma plataforma social, como Facebook, Instagram e Twitter. Trata-se, portanto, de uma ótima vitrine para os produtos do seu e-commerce, não?

No entanto, nada de transformar o seu perfil nas redes sociais em um outdoor online, hein! Lembre-se que as pessoas gostam de acessar esse tipo de site para se distraírem. Em outras palavras, ficar bombardeando os usuários com posts “vendedores” só vai fazer você perder seguidores nas redes sociais.

Aqui, é importante encontrar um ponto de equilíbrio na frequência e no tipo de abordagem com o seu público. Ao publicar conteúdos diversificados, tanto de venda quanto de engajamento, você reforça a presença da sua loja virtual sem transmitir uma imagem de desespero para vender.

automação de marketing para e-commerce redes sociais

Agora, vale destacar que as redes sociais são uma via de duas mãos. Ou seja, é preciso estar sempre atento ao que as pessoas estão falando da sua marca na internet. Por isso, o monitoramento de redes sociais é um trabalho fundamental.

Nesse sentido, recomendamos utilizar ferramentas que monitoram quaisquer menções feitas nas redes sociais. Uma delas é o Scup. Basta incluir palavras-chave que você quer que o software rastreie nas redes sociais. Aí, você tem noção se o nome da sua empresa está sendo bem falado ou não.

7 benefícios da automação de marketing para e-commerce

Muitas ações para planejar e executar, né? Para otimizar esse trabalho, recomenda-se utilizar a automação de marketing para e-commerce. Se você ainda não está convencido dessa ideia, confira sete vantagens de recorrer a essa tecnologia:

1. Captação e qualificação de leads

Após investir em mídia paga e adotar as boas práticas de SEO, você começa a levar usuários para a sua loja virtual. Mas todo esse esforço só valerá a pena se você conseguir obter alguns dados dos visitantes.

Mesmo que não realizem nenhuma compra, pressupõe-se que eles têm algum interesse nos seus produtos. Então, ter pelo menos um email de contato pode ser muito importante para iniciar um relacionamento visando uma venda futura.

automação de marketing para e-commerce captação de leads

Aqui, entra em cena uma parte da automação de marketing para e-commerce. Com essa ferramenta, é possível criar campos personalizados de cadastro. Quando um usuário insere suas informações em um formulário, ele entra automaticamente para uma lista segmentada de leads.

Por exemplo, você pode criar uma landing page grátis promovendo o lançamento de uma coleção de verão para mulheres. Quem se cadastrar nela entra em uma lista com interesse em moda feminina.

Aí, você pode criar um fluxo de email sequencial com conteúdos especiais que eduquem e treinem os leads para a compra. A ideia é fazer com que eles avancem as fases do funil de marketing e vendas. Por fim, encaminhe uma oferta de acordo com a jornada feita pelo lead. Seguindo essa sequência, a tendência é converter mais seu email marketing.

2. Recuperação de vendas perdidas

Imagine a seguinte situação. Um usuário chegou até a página de compra na sua loja virtual e, na hora H, acabou não finalizando a transação. Como se trata de uma venda que estava perto de ser concretizada, vale a pena fazer um último esforço para recuperá-la.

E uma das funcionalidades da automação de marketing para e-commerce tem justamente esse propósito. Trata-se de encaminhar, automaticamente, um email de recuperação de carrinho para quem não finalizou a compra. Uma maneira de incentivar esse usuário está em dar um descontinho.

automação de marketing para e-commerce recuperar vendas

Mas só tome cuidado para que o desconto não prejudique o seu caixa, hein! Além de ter uma ótima estratégia de marketing, uma loja virtual precisa saber precificar muito bem seus produtos para não ficar no vermelho. Aqui, vai uma dica: a empresa Precifica fornece uma solução para lojas virtuais se manterem competitivas e rentáveis.

3. Clientes bem informados

Como já falamos no começo deste texto, os consumidores estão cada vez mais exigentes. Além de oferecer um produto com bom custo-benefício, é muito importante proporcionar uma ótima experiência de compra.

Então, ao finalizar uma compra, é muito importante que o consumidor receba um email de confirmação. Quando o pedido estiver a caminho, vale a pena informar o consumidor que o produto já está com os Correios, por exemplo, além de seu código de rastreio.

Uma ferramenta de automação de marketing para e-commerce envia essas mensagens automaticamente. Então, não importa se o usuário realizou a compra de madrugada – fora do horário de expediente. Ele vai receber o email imediatamente.

4. Redes sociais sempre ativas

Dentro de uma estratégia de marketing digital, as redes sociais cumprem um papel essencial. Afinal de contas, as marcas expõem seus produtos para milhões de pessoas e ainda mantêm um relacionamento mais próximo com seus seguidores.

Aliás, já é possível realizar vendas pelo Instagram diretamente. Ou seja, mais do que uma plataforma para se relacionar com seus seguidores, o Instagram se transformou, também, em um canal direto de vendas.

Agora, é preciso marcar presença constantemente para não perder seguidores. Uma maneira de fazer isso é utilizar o recurso de agendamento de posts nas redes sociais de um software de automação.

Com o ville Target, você consegue programar todos os posts do mês no Facebook, Instagram e Twitter de uma vez só. Assim, você não precisa entrar nessas plataformas em um domingo de Dia das Mães, por exemplo. O post já fica programado.

5. Conhecer melhor o cliente

Outro benefício da automação de marketing para e-commerce está em conhecer melhor o seu público-alvo e persona. Dessa forma, você consegue fazer uma abordagem mais assertiva, oferecendo um produto interessante no momento mais adequado.

Aqui, estamos falando do Lead Tracking e Lead Scoring. Esses recursos permitem acompanhar todas atividades dos usuários dentro do seu site. É possível, inclusive, atribuir pontos para cada ação que eles fizerem na sua loja virtual.

Por exemplo, se determinado lead visitou sua página de sapatos femininos nos últimos três dias, você pode fazer uma oferta personalizada de determinado sapato.

6. Análise de resultados

Uma grande vantagem do marketing digital é ter acesso rápido aos resultados de suas ações. Quando dispara uma campanha de email marketing utilizando o ville Target, você tem acesso às principais métricas de email marketing, como taxa de abertura e de clique.

automação de marketing para e-commerce dados

Ao analisar o desempenho de suas ações, você consegue tomar decisões mais precisas. Caso os resultados estejam abaixo do esperado, você pode mudar sua estratégia rapidamente.

7. Mais produtividade e menos custos

Com todas essas funcionalidades, uma ferramenta de automação de marketing para e-commerce realiza diversas tarefas operacionais. Isso permite que você tenha mais tempo para se dedicar às tarefas mais estratégicas do seu negócio.

E com tantas informações que o software armazena sobre os seus clientes, você consegue criar campanhas mais personalizadas, o que pode dar mais retorno sobre os seus investimentos. Isso porque você direciona a oferta certa no momento mais adequado de seus clientes. 

No fim das contas, você diminui os seus custos e, ao mesmo tempo, potencializa o processo de fidelização de clientes.

Enfim, há muitos benefícios em usar a automação de marketing para e-commerce, né? E você pode começar a adotar essa tecnologia agora mesmo sem pagar nada por isso.

Todos os recursos do ville Target estão disponíveis no plano gratuito, com limitações. Nele, é possível disparar até 3 mil emails por mês, administrar uma conta de rede social e gerenciar até 300 leads. Por sua vez, nos planos pagos, a limitação de uso das funcionalidades é menor.

Gostou? Então, cadastre-se agora mesmo no ville Target e comece a implementar a automação de marketing para e-commerce.

Boas vendas!

automacao de marketing

Posts relacionados