(11) 3090-7535 / (27) 3262-0877 comercial@villetarget.com

Você já ouviu falar no conceito de benchmarking? Essa prática é muito comum no mercado. Logo, no caso do marketing digital, não poderia ser diferente. Então, se você quer melhorar o nível e a qualidade das suas campanhas no ambiente online, pode ser uma boa ideia considerar essa estratégia.

Mas, se você ainda não sabe o que isso significa, não se desespere. Acompanhe este artigo até o final e você entenderá melhor o que é benchmarking, como ele pode ser aplicado, quais são as suas vantagens e melhores práticas.

Curioso?

Então vamos lá!

O que é benchmarking?

Em português, o benchmark significa, basicamente, referência. Logo, a técnica consiste em fazer uma comparação profunda entre a sua marca, a dos seus concorrentes e de outras empresas no mercado.

Também podemos resumir a prática como um aprofundamento nas estratégias de um determinado negócio. Afinal, a sua finalidade é analisar a fundo qual é o posicionamento de uma marca, as técnicas de marketing e comunicação utilizadas, os canais de divulgação, enfim. Qualquer tipo de campanha que traga resultados para a empresa.

O objetivo do benchmarking é poder comparar as suas próprias estratégias com outras do mesmo segmento, a fim de identificar pontos de melhoria e garantir que você fique sempre um passo à frente da concorrência.

Muitas pessoas pensam que essa prática consiste em “roubar” ideias de outra empresa, mas essa não é a realidade. Na verdade, o estudo de caso permite simplesmente que você analise ideias para poder aprimorar as suas próprias.

Benchmarking no marketing digital

Uma boa analogia para entender isso é justamente o nosso blog. Você, com frequência, lê o nosso conteúdo e confere dicas para melhorar suas campanhas. Com a análise do conteúdo, você tem uma ideia melhor de o que pode ser aplicado na realidade da sua própria empresa.

Ou seja, não é exatamente roubar ideias, e sim entender o contexto e adaptar uma estratégia para o cotidiano da sua marca!

Por quê investir no benchmarking?

Agora que você já entende melhor o que é essa prática, chegou a hora de saber por quê você deveria investir nessa estratégia. Por mais que seja uma tarefa trabalhosa e que vai sim exigir tempo da sua equipe, ela pode trazer diversos benefícios para o presente e futuro do seu negócio.

Dentre as principais vantagens, vale destacar:

  • O autoconhecimento da empresa para que você possa comparar diferentes estratégias;
  • O aprimoramento das técnicas de marketing digital que você já utiliza;
  • A possibilidade de encontrar novas soluções criativas para resolver os problemas da sua empresa;
  • A motivação das equipes dentro da empresa, já que elas podem entrar em contato com cases de sucesso no mercado;
  • A possibilidade de aprender com empresas que já alcançaram o sucesso e;
  • O reconhecimento da sua empresa entre os grandes líderes do mercado.

Como você pode ver, existem diversas vantagens para você que quer começar a fazer benchmarking com outras organizações. Então, se você já se decidiu, chegou a hora de conhecer os grandes pilares dessas técnicas para assegurar as melhores práticas.

Os 4 grandes pilares do benchmarking

Reciprocidade

Ao marcar uma reunião de benchmarking com uma empresa, é imprescindível que as duas estejam à disposição para trocar cases e informações. Da mesma forma que você quer aprender com outra organização, eles também devem ter a vontade de mergulhar no seu modelo de negócio.

Benchmarking no marketing digital

Afinal, a troca deve ser feita em parceria para trazer resultados positivos. Se um dos dois lados estiver com um modelo de pensamento de se vangloriar ou não quiser compartilhar o conhecimento, as chances de que o encontro seja produtivo são muito pequenas.

Analogia

Não basta receber a informação para que ela seja positiva para a sua empresa. É preciso que você saiba analisar a estratégia e adaptar à realidade da sua empresa. Isso porque cada tipo de negócio tem as suas particularidades e nem sempre o que funciona em uma corporação pode trazer resultados em outra.

Portanto, a capacidade analítica e o autoconhecimento dos seus próprios processos são características essenciais para o sucesso do benchmarking.

Medição

Pode parecer uma estratégia negativa, mas comparar números como faturamento, metas alcançadas, tráfego, engajamento e outras métricas do marketing digital é muito importante neste momento. Porém, isso deve ser feita de forma cautelosa.

O que acontece muitas vezes é que alguns líderes tendem a analisar os resultados de forma negativa, com um pensamento de “nós nunca alcançaremos esse resultado”. Porém, a finalidade do benchmarking é justamente comparar estratégias para que as empresas possam crescer juntos.

Em suma, você deve assumir uma postura otimista ao começar a investir nessa estratégia. Em vez de se desanimar com os resultados, formule perguntas para entender como a organização chegou a esses resultados.

Acredite: ambas as empresas só têm a ganhar com a troca de informações positivas.

Validade

Por último, é imprescindível que as informações trocadas sejam um retrato da realidade. Ou seja, ao preparar o seu material para outra empresa, tenha certeza de que todos os dados que você incluiu são verdadeiros e mostram a história do seu negócio.

Benchmarking no marketing digital

Afinal, de nada vale trabalhar com dados falsos. A única coisa que isso faz pela sua empresa é garantir que você perderá tempo com estratégias que não necessariamente trarão resultados para a empresa.

Da mesma forma, você deve ser imparcial ao analisar os dados recebidos. Pergunte sobre dados e estatísticas para entender como cada número foi formulado.

Quanto mais respostas você tiver em mãos, mais fácil será sustentar cada um desses pilares para que você possa, de fato, mergulhar na realidade da empresa escolhida para o benchmarking.

Esses critérios funcionam como um guia sobre o que você deve ter em mente ao considerar essa prática. Portanto, tente não deixar nenhum desses fatores de lado. Dessa forma, você poderá tirar proveito de todas as vantagens da estratégia.

Riscos do benchmarking

Porém, como qualquer estratégia de marketing digital, o benchmarking também oferece alguns riscos. Principalmente se algum dos critérios listados acima for desrespeitado, existem chances de que a troca de informações piore suas campanhas ao invés de aprimorar os resultados.

Porém, não existe nenhum risco que não possa ser evitado. Vamos entender melhor quais são e como você pode prevenir cada situação:

Má adequação

Como mencionamos acima, não basta receber as informações para um benchmarking de sucesso. É preciso que você adeque as estratégias à realidade da sua própria empresa.

Por exemplo, às vezes a estratégia que mais fez sucesso para uma empresa foi a produção de conteúdo no YouTube. Porém, você não tem o equipamento necessário nem o dinheiro para comprar o que é preciso para produzir vídeos de qualidade. Então, você começa a gravar com uma câmera sem qualidade ou o celular.

Benchmarking no marketing digital

As chances de que essa estratégia traga resultados são muito pequenas.

Em vez disso, você poderia começar a investir na produção de vídeos para o Instagram. O tipo de conteúdo é bastante similar e pode trazer resultados muito melhores do que se você não adaptasse a técnica para a sua realidade.

Focar demais no outro

Um erro bastante comum da troca de informações é manter o foco todo na outra empresa. Você acha que tudo o que eles fazem é melhor, seus equipamentos são melhores, os números são mais altos e os profissionais mais capacitados.

Além de desmotivar você mesmo e a sua equipe, esse tipo de pensamento foge da realidade. Afinal, todo tipo de negócio tem os seus pontos fortes. Basta que você identifique os seus para incentivar uma troca de informações positiva.

Copiar a estratégia do outro

No começo deste artigo, deixamos claro que o benchmarking não consiste em roubar a ideia de uma empresa, e sim analisar para que você possa encontrar os seus próprios pontos de melhoria.

Porém, é muito comum que as estratégias sejam copiadas.

Além de não existir nenhuma prova de que a mesma estratégia possa trazer resultados para empresas diferentes, essa prática pode fazer com que a sua reputação seja prejudicada.

Benchmarking no marketing digital

Por isso, lembre-se sempre de utilizar o benchmarking como uma forma de desenvolver as suas próprias soluções criativas e inovadoras.

O que analisar no benchmarking

Por último, vamos listar aqui uma série de perguntas que você deve considerar para garantir o sucesso da reunião. Confira:

Como a empresa trabalha com a internet?

Neste espaço, você deve questionar os profissionais sobre os meios de comunicação utilizados para chegar até o público alvo. A empresa usa um site ou blog? Quais os perfis nas redes sociais? Eles trabalham com anúncios no Google?

Todas essas questões ajudam você a entender melhor as estratégias e processos de marketing digital.

Qual o tipo de linguagem utilizada?

O tipo de linguagem também é bastante importante para comparar a forma como vocês dois lidam com os clientes. Afinal, geralmente o público alvo é o mesmo para empresas do mesmo segmento.

Além da redação, vale a pena também prestar atenção no formato de conteúdo produzido para o público. As imagens, gifs e vídeos costumam ser bastante apelativos para o público digital. Portanto, se o seu concorrente consegue resultados com esse formato, pode ser uma boa ideia investir neste tipo de produção.

Com quais sites a empresa se relaciona?

A internet funciona como uma grande teia de comunicação. Isso significa que a maioria dos sites e blogs cria verdadeiros relacionamentos online entre si. Ou seja, os blogs são linkados para outras páginas e indicados por diversos profissionais.

Visitar essa teia é uma ótima ideia para descobrir páginas chave para aprimorar o seu próprio negócio. Assim como o networking é uma boa prática no mundo real, o link building pode ser uma ótima estratégia para gerar mais tráfego para as suas páginas.

Benchmarking no marketing digital

O benchmarking pode ser o ponto de partida para você começar a construir essa rede de contatos.

Qual a periodicidade de cada publicação?

Além do tipo de linguagem e plataformas utilizadas, vale a pena também prestar atenção na frequência com que a empresa interage com a audiência. Ou seja, quantos posts são publicados no blog, o intervalo de tempo entre publicações nas redes sociais e outros.

Assim, você pode ter uma ideia melhor da demanda do seu público alvo.

Quais são os investimentos feitos em marketing digital?

Por último, você não pode deixar também de questionar a empresa sobre os investimentos feitos em campanhas de marketing online. Afinal, o orçamento da empresa geralmente é limitado e você deve conhecer as melhores práticas para alcançar resultados.

Porém, você deve ter em mente que o budget de diferentes empresas pode ser bastante variado. Ou seja, você deve adequar os investimentos ao capital que você tem disponível para utilizar e para o ROI (Return of Investment) que você espera.

Pergunte sobre os canais em que eles costumam pagar por anúncios, a segmentação do público e acompanhamento de uma campanha para ter uma ideia melhor de como você pode trabalhar com links patrocinados.

Quais foram os maiores cases de sucesso?

Finalmente, vale a pena perguntar sobre os maiores cases de sucesso já produzidos pela empresa. Assim, você entra em contato com campanhas específicas que trouxeram ótimos resultados e pode utilizá-las como inspiração para estratégias futuras.

Lembre-se de que uma reunião de benchmarking deve ser uma via de mão dupla. Portanto, considere que o profissional também fará todos esses questionamentos para você e procure montar um material rico para a troca de informações.

Não se esqueça também de manter um bom relacionamento com a empresa utilizada como case. Assim, você pode criar um canal de contato para que essa troca seja feita com frequência e as duas organizações possam crescer juntas.

Pronto! Agora você já sabe o que é benchmarking e como você pode utilizar essa estratégia para aprimorar os resultados da sua empresa. Então, chegou a hora de começar a aprender mais sobre o que o marketing digital pode fazer por você.

Para isso, conte com os materiais gratuitos do ville Target e vire especialista em gerenciamento de redes sociais, link building, automação de marketing e muito mais. Conte também com as nossas ferramentas para elevar o nível das suas campanhas. Boa sorte!

Ainda tem alguma dúvida sobre o tema? Então deixe um comentário no espaço abaixo. Não se esqueça também de compartilhar o artigo nas redes sociais!

automacao de marketing

Posts relacionados

Ebook Redes Sociais

Conheça estratégias e melhore a venda de seus produtos/serviços:

 

Quero baixar este Ebook !