(11) 3090-7535 / (27) 3262-0877 comercial@villetarget.com

Sabemos que o mercado digital é muito dinâmico. Num piscar de olhos, surgem novidades que prometem revolucionar o relacionamento entre usuários e empresas na internet. E a bola da vez é o  Instagram TV (IGTV), lançado na última semana e que pretende concorrer com o YouTube.

Aliás, a plataforma parece levar a dinâmica do mercado muito a sério. Só neste ano muitas tendências do Instagram já ficaram disponíveis aos usuários.

Se você quer saber mais do novo recurso da plataforma, continue acompanhando este texto:

Como funciona o Instagram TV

Até então, a plataforma permitia publicar vídeos de, no máximo, 1 minuto de duração. Com o lançamento do Instagram TV, agora é possível subir vídeos com até uma hora.

Mesmo sendo um aplicativo independente, toda a produção realizada no Instagram TV fica disponível no app principal. Para tanto, é preciso seguir o perfil.

Tecnicamente, ele funciona mais ou menos como o YouTube. Qualquer pessoa pode criar um canal no IGTV e subir vídeos próprios. No entanto, há algumas particularidades.

Em primeiro lugar, podemos destacar o formato vertical dos vídeos, já consagrado pelos usuários do Stories. Outra diferença está na entrega dos conteúdos aos usuários: os vídeos serão reproduzidos automaticamente. É possível arrastar para o lado para pular os vídeos que não interessam ou explorar as opções de “vídeos populares” e “canais em destaque”.

A ideia da plataforma é atrair os principais produtores de conteúdos da internet. Tanto é assim que uma das primeiras a criar um canal no Instagram TV foi a youtuber Nah Cardoso, que conta com 6,9 milhões de seguidores na rede social. Os usuário podem fazer comentários e enviar o conteúdo para amigos.

Instagram TV Nah CardosoInstagram TV comentários

Os vídeos a serem exibidos são escolhidos com base nos perfis que os usuários já seguem. Isso sem falar que o usuário pode fazer uma pesquisa interna na plataforma.

Por que o Instagram TV foi lançado?

1. Conteúdos em vídeo em alta

Já deu para perceber que os conteúdos em vídeo estão em alta, né? As próprias redes sociais priorizam conteúdos audiovisuais em relação a textos.

Para se ter ideia, 80% dos usuários assistem aos vídeos postados no Twitter. Esse tipo de conteúdo pode gerar até 2,5 vezes mais respostas e até 2,8 vezes mais retweets, se comparado com apenas textos ou imagens.

Aliás, o Instagram Stories também é um fenômeno. Há quase dois anos no ar, o recurso já soma mais de 300 milhões de usuários ativos.

2. Instagram TV x YouTube

Há um bom tempo, o YouTube se tornou o segundo maior buscador do mundo, atrás apenas do Google. Ao todo, são vistos mais de 4,95 bilhões de vídeos por dia na plataforma.

De modo geral, os usuários fazem pesquisa de “como fazer” na plataforma de vídeos. Nela, há muitos vídeos tutoriais que ensinam as pessoas a realizar alguma tarefa.

>> Descubra como aumentar a audiência do canal no YouTube

Com o Instagram TV, Mark Zuckerberg quer repetir o feito do Stories que desbancou o seu principal concorrente: o SnapChat.

Além do Instagram TV

No evento em que o Instagram anunciou o lançamento IGTV, a empresa ainda comemorou a marca de 1 bilhão de usuários ativos. Certamente, boa parte de seu público-alvo e persona estão interagindo na plataforma.

Com tantos usuários ativos e inúmeros recursos, não dá mais para abrir mão desta rede social na sua estratégia de marketing. Você pode investir em anúncios, publicar imagens e vídeos de seus produtos e até recorrer à funcionalidade de vendas pelo Instagram.

Muita coisa, né? Para não perder tanto tempo no seu dia a dia, recomenda-se utilizar uma plataforma de automação de marketing. No ville Target, por exemplo, você consegue realizar o agendamento de posts nas redes sociais. É possível programar todos os seus posts do mês no Instagram, Facebook e Twitter em pouco tempo.

Cada vez mais, o Instagram tem se tornado a rede social preferida para quem anuncia pela internet. Se você não quer ficar para trás, aproveite para baixar nosso ebook “Guia Definitivo do Instagram para Negócios”.

Posts relacionados