(11) 3090-7535 / (27) 3262-0877 comercial@villetarget.com

O tema de hoje é um dos mais importantes quando o assunto é marketing digital: o que é Google Analytics. Essa ferramenta funciona como a melhor amiga de quem cria campanhas para o ambiente online. Isso porque ela fornece uma série de dados que ajudam a mensurar o sucesso de uma estratégia.

Portanto, se você ainda não trabalha com a plataforma, você está perdendo tempo. E, para garantir que você consegue analisar todos os dados relevantes sobre os sites que você gerencia, criamos este artigo para falar tudo sobre o que é Google Analytics.

Ao longo do texto, você aprenderá como criar uma conta, quais são os dados apresentados na ferramenta e até mesmo como criar listas de remarketing para aumentar os acessos no site. Então não deixe de ler até o final!

Antes de mais nada, vamos explicar como funciona essa plataforma.

O que é Google Analytics?

O Google Analytics é uma ferramenta do próprio Google que permite que você gerencie informações sobre sites. Ou seja, ao incluir as páginas desejadas no painel de controle, você tem acesso a uma série de dados que explicam o comportamento dos usuários dentro do site.

O que é Google Analytics?

Isso é muito importante para mensurar o sucesso de uma campanha de marketing digital. Afinal, quando você estabelece uma estratégia, é esperando que os visitantes acessem páginas específicas e interajam com o conteúdo criado.

Os principais dados apontados pelo Google Analytics são:

  • Número de visitantes únicos;
  • Número de visitantes que retornam ao site;
  • Número total de visitantes pelo período desejado;
  • Origem do tráfego (ou seja, de onde vem o acesso – do Google, das redes sociais, de outros sites e etc);
  • Metas definidas para o sucesso do site;
  • Resultados de e-commerce para mensurar o desempenho de lojas virtuais;
  • Comportamento em redes sociais para saber quais são as mídias mais populares.

Além dos dados citados, existem inúmeras informações adicionais que você pode consultar para entender melhor o comportamento dos usuários no seu site. É justamente por isso que o Google Analytics é considerado o melhor amigo dos profissionais de marketing digital.

Agora que você já sabe mais sobre o que é Google Analytics, chegou a hora de conhecer melhor algumas métricas apresentadas no site para começar a analisar a sua campanha de marketing digital.

Lembre-se de que o acompanhamento contínuo é fundamental para alcançar os resultados desejados. Além de garantir que você está no caminho certo, contar com a ajuda desses dados ainda ajuda a identificar pontos de melhoria para que você ofereça o melhor conteúdo possível para os seus clientes.

É por isso que a análise das informações do Google Analytics deve se tornar uma atividade diária da sua equipe de marketing digital. Como o ambiente online é muito volátil e os dados mudam o tempo todo, é preciso sempre ficar de olho para evitar quedas no tráfego.

O que é Google Analytics: em quais dados eu preciso prestar atenção?

Você já conferiu as principais informações oferecidas pela plataforma. Agora, vamos aprofundar nossos conhecimentos para que você saiba exatamente o que procurar em cada funcionalidade.

Visão geral do público

Nesta seção, é possível gerar um relatório com o número de usuários únicos que visitaram o seu site no período selecionado. Com isso, você consegue comparar o tráfego em diferentes meses do ano e até mesmo o número de usuários novos que chegaram ao seu site.

Tempo médio de navegação e taxa de rejeição

Nesta mesma seção, é possível conferir o tempo médio de navegação. Esse número representa o tempo em que os usuários ficam online na sua página. Assim, você sabe se o conteúdo é relevante ou não.

Pense que você escreveu um texto de 3 mil palavras, porém o tempo de navegação da publicação é de 1 minuto. As chances de que os visitantes leiam o texto inteiro neste espaço são muito pequenas. O indicativo demonstra que você precisa melhorar a qualidade do seu conteúdo.

O que é Google Analytics?

A taxa de rejeição também é um dado que indica a qualidade do seu conteúdo. Por isso, quanto menor for esse número, melhor.

Perfil dos visitantes

Além da visão geral do público, o Google Analytics também coleta dados demográfico sobre os usuários. Essas informações incluem idade, sexo, idioma e localização do IP.

Você pode utilizar esses dados para construir a sua persona, ou seja, o público alvo dos seus serviços. Além de saber o que é Google Analytics, saber quem é a sua audiência é uma ótima forma de construir uma campanha de marketing eficiente.

Tráfego de origem

O tráfego de origem mostra o caminho traçado pelo usuário até chegar no seu site. É um dos dados mais relevantes para mensurar o sucesso das suas campanhas de divulgação.

O que é Google Analytics?

Imagina que você divulgou o site no Facebook, no Twitter, no Instagram e por e-maail marketing. Ao saber qual foi a origem de uma visita, você consegue apostar nos canais de divulgação que atraem mais cliques na sua página. Concentrar os esforços faz com que o trabalho seja mais direcionado e eficaz.

Páginas de destino

As páginas de destino são uma visão detalhada das visitas no seu site. Além de saber quantos cliques você recebeu no endereço, o Google Analytics mostra o número de visitantes em cada landing page e quanto tempo eles ficaram online nessas páginas.

No caso do e-commerce, existe ainda a informação da taxa de conversão.

A grande vantagem de analisar esse dado é que você consegue listar as páginas mais procuradas pelos clientes e melhorar o conteúdo em cada uma delas.

Como utilizar o Google Analytics para remarketing

O remarketing, também conhecido como retargeting, é um conceito do marketing digital caracterizado por redirecionar os usuários de uma página à outra com base nas preferências de cada visitante.

Para isso, o Google recolhe informações sobre os sites mais visitados por uma pessoa e começa a mostrar anúncios que podem ser de seu interesse para incentivá-los a conhecer novas páginas.

O remarketing é utilizado por meio dos anúncios criados no Google Adwords e os espaços disponibilizados para veiculação com o Google Adsense. Por isso, é essencial que você integre o Adwords ao Google Analytics para conseguir criar suas listas de remarketing.

Existem alguns passos simples para começar a criar suas listas pelo painel do Analytics. São elas:

  • Primeiro, você deve acessar o painel e ir até a seção de Definições de Público, encontrada ao clicar em “Administrador”.
  • Depois, você precisa selecionar a conta do Google Adwords que deseja utilizar para criar as listas no Público Alvo. Assim, o Google saberá qual é a conta da qual ele pode puxar os dados.
  • Por último, é preciso escolher o tipo de lista de remarketing que você deseja criar.

Confira abaixo quais são as listas de remarketing definidas pelo Google Analytics:

Lista Inteligente: a Lista Inteligente é baseada no histórico de conversões da empresa, ou seja, considera o tipo de usuário que tem mais chances de converter.

Todos os Usuários: essa opção é menos segmentada e impacta todos os usuários que visitam o seu site, ou seja, os anúncios são mostrados sem considerar a preferência de cada visitante. Por mais que o número de impressões seja maior, a taxa de conversão provavelmente será menor.

Novos Usuários: ao optar por esse modelo, os usuários impactados pelo remarketing serão aqueles que tiverem apenas uma sessão ativa no site, ou seja, que não apresentaram o comportamento engajado.

O que é Google Analytics?

Usuários Recorrentes: ao contrário do modelo anterior, a lista de retargeting impactará os visitantes que já tiveram mais de uma sessão ativa, ou seja, que já estão acostumados com a sua página e visitaram o endereço mais de uma vez.

Usuários que acessaram uma seção específica: existem diversas landing pages em sites. Esse tipo de lista privilegia os usuários que visitaram uma seção específica do seu website, definida por você. Aqui entra a importância do funil de conversão para identificar os melhores usuários a serem impactados.

Usuários que concluíram uma conversão de meta: o Google Analytics permite que você crie diversas metas para o seu site, como por exemplo, conseguir novos cadastros, adicionar produtos à sacola de compras e muito mais. Ao optar por esse modelo, você impacta os usuários que concluíram essas metas.

Usuários que concluíram uma transação: esse modelo é o ideal para o e-commerce, já que ele tem o foco em visitantes que realizaram uma compra no seu site. É ideal para incentivar promoções e clubes de fidelidade.

Como você pode ver, existem diversos tipos de lista que podem ser criados com a ajuda do Analytics e definir o melhor modelo para as suas campanhas depende do seu objetivo.

O que é Google Analytics?

Caso você queira segmentar ainda mais a sua campanha, é possível definir a faixa etária, gênero, idioma, localização, segmento no mercado e diversos outros dados que especificam a sua audiência para alcançar ainda mais resultados com as listas de retargeting.

Dicas para melhorar o desempenho da página com o Google Analytics

Invista em SEO

O primeiro passo para uma campanha de sucesso é investir em técnicas de SEO (Search Engine Optimization). Ao otimizar a página para o Google, você aumenta as chances de que o site apareça entre os primeiros resultados de uma busca. Consequentemente, o seu tráfego aumenta.

Para isso, procure otimizar o texto com palavras-chave, diminuir o tamanho das suas imagens, melhorar a legibilidade de cada página e considerar a experiência do usuário como um todo.

Defina metas

Quando você aprende o que é Google Analytics, uma das funcionalidades mais atrativas é a definição de metas. Afinal, quando você tem um objetivo para alcançar, é mais fácil se sentir motivado a aprimorar as suas estratégias.

O que é Google Analytics?

Para definir metas, basta ir até a aba de Administrador, selecionar a conta desejada, clicar em Metas e, em seguida, Nova Meta. É possível definir objetivos relacionados ao tráfego, tempo de permanência na página, conversões e muito mais!

Aposte em testes A/B

Os testes A/B consistem em testar possíveis mudanças no seu site para ver como os usuários reagem. A grande vantagem do Google Analytics é que ele permite que você faça isso!

Crie um dashboard personalizado

Os dashboards, ou painéis de controle, oferecem uma visão geral do desempenho da sua página. Por isso, eles são a primeira tela que aparece quando você acessa a conta do Google Analytics.

Seu dashboard pode ser completamente personalizado de acordo com as métricas que você julga mais importantes. Assim, logo que você acessa a conta, já é possível bater o olho nos dados mais importantes da sua página.

Acompanhe as campanhas com frequência

Como já mencionamos acima, o Google Analytics deve ser uma parte importante do dia a dia da sua equipe. Isso significa que o monitoramento das páginas sob a sua responsabilidade deve ser feito com frequência.

Se você acompanha de perto o desempenho do site, fica muito mais fácil identificar oportunidades de melhoria para impulsionar ainda mais o marketing digital na página. Dessa forma, você evita quedas no tráfego e até mesmo nas posições do Google.

Produza relatórios periódicos

Por último, a melhor forma de analisar e compilar os dados oferecidos pelo Google Analytics é produzir relatórios periódicos. Eles podem ser semanais, mensais, trimestrais, enfim. Tudo depende da sua necessidade.

A vantagem dos relatórios é justamente a sistematização de informações. Com esses documentos em mãos, fica mais fácil comparar períodos, identificar a evolução da página e bolar estratégias para atrair novos visitantes.

Como você pode ver, ao aprender o que é Google Analytics você conhece um mundo novo de informações que podem contribuir para melhorar a forma como você trabalha com marketing digital.

Agora que você já entende melhor as funcionalidades e métricas oferecidas, é hora de colocar a mão na massa e começar a interpretar esses dados para garantir o sucesso da sua página e, consequentemente, da sua empresa!

Para melhorar ainda mais o desempenho, não deixe de conferir os outros artigos do ville Target e nossos materiais gratuitos. Além de identificar novas oportunidades de negócio, você aprende tudo o que precisa saber sobre automação de marketing, gerenciamento de redes sociais, criação de landing pages eficazes e muito mais. Confira hoje mesmo!

Restou alguma dúvida? Então deixe o seu comentário no espaço abaixo. E não se esqueça de compartilhar o artigo nas redes sociais!

Ebook Redes Sociais

Conheça estratégias e melhore a venda de seus produtos/serviços:

 

Quero baixar este Ebook !