27 3262-0877 / 27 3261-7595 comercial@villetarget.com

Você sabe o que é remarketing? Trata-se de uma ferramenta muito eficiente, principalmente para lojas virtuais, em converter visitantes que abandonaram o site de mãos vazias. Para ficar mais fácil de entender, vamos a um exemplo prático.

Aliás, já deve ter acontecido com você. Após visitar uma loja virtual e chegar perto de comprar determinado tênis, você abandona o site e vai para o Facebook. De repente, o bendito tênis aparece na sua timeline. Feitiçaria? Espionagem? Não, é tecnologia. Para ser mais preciso: remarketing.

Afinal de contas, o que é remarketing?

Também conhecido como retargeting, o remarketing tenta garantir que o consumidor, depois de visitar um site e sair dele, retorne para finalizar a compra. Em inglês, retargeting quer dizer “mirar de novo”, ou seja, você direciona a ação novamente para o consumidor que não comprou na primeira vez em que visitou o seu site.

Como o usuário já chegou a demonstrar interesse em seus produtos ou serviços, o remarketing é uma estratégia muito eficiente. Segundo estudo da empresa francesa de marketing Criteo, o retargeting é capaz de aumentar em até 70% as chances de conversão. Nada mal, né?

Remarketing no Google e no Facebook

A estratégia é tão eficiente que as plataformas de mídia paga do Google e do Facebook fazem uso dela. No Google AdWords, por exemplo, uma ferramenta marca e identifica os usuários que já visitaram seu site e começa a exibir seus anúncios quando eles estão em sites que aceitam anúncios na rede de display do Google.

Por sua vez, o Facebook Ads, em parceria com as empresas Perfect Audience e Adroll, exibem anúncios certos para usuários específicos.

Remarketing impulsiona as vendas

De acordo com o Google AdWords, apenas 3% dos visitantes de um site de e-commerce fazem a compra na primeira visita. Com o remarketing, o produto que gerou interesse no consumidor vai aparecer, novamente, para ele durante sua navegação, em outras páginas.

o que é remarketing impulsionar vendas

Assim, ao ser lembrado da oferta, ele pode ser, finalmente, convencido da compra. O remarketing é ainda mais focado que uma campanha de mídia paga, pois parte do princípio que o consumidor já se interessa por seu produto.

Como utilizá-lo de maneira correta?

Não é porque o remarketing é eficiente que não precisa ser planejado. Se você não desenvolver uma estratégia e sair por aí exibindo anúncios continuamente aos visitantes, vai perder o valor da técnica. Isso porque o anúncio excessivamente exibido para usuários aleatórios deixa de ser relevante. Pior, sua marca fica com uma fama ruim.

Aí, começa o efeito dominó: sua taxa de cliques cai, o custo dos anúncios fica mais caro e a conversão não sai do lugar. Seu plano deve contemplar usuários que estejam em diferentes estágios do processo de compra: conscientização, consideração, compra e fidelização. De modo geral, o remarketing deve impactar os clientes que já estão próximos da compra.

Faça listas segmentadas

O remarketing, utiliza o sistema de listas segmentadas. As listas dividem os visitantes conforme as ações que eles tomam. Por exemplo, consumidores que só visualizaram o preço serão diferenciados daqueles que chegaram a inserir um produto no carrinho, mas abandonaram a compra.

o que é remarketing listas segmentadas

Você pode classificar os usuários como “visitantes de mais de cinco páginas”, visitantes da categoria ‘esporte'”, “inscritos no blog”. Por fim, crie e direcione anúncios específicos para cada grupo.

Aliás, essa etapa é muito parecida com o que você pode (DEVE) fazer nas campanhas de email marketing. Para os clientes que já compraram seus produtos mais de uma vez, você pode enviar novas ofertas. Por sua vez, os usuários cadastrados que ainda nunca compraram com você devem receber conteúdos educativos.

E esse trabalho fica muito fácil quando você recorre a ferramentas de automação de marketing, como o ville Target. Além de segmentar as listas de contatos, você programa o envio de campanhas de email marketing.

Agora que você já sabe o que é o remarketing, já pode inclui-lo em sua estratégia de marketing, assim como a criação de landing pages, envio de email marketing e ações nas redes sociais!

Posts relacionados