(11) 3090-7535 / (27) 3262-0877 comercial@villetarget.com

Pesquisa fresquinha, divulgada pelo IBGE na semana passada, revela que 95% dos usuários de internet se conectam pelo celular. Sabendo disso, não dá mais para abrir mão de uma página web responsiva. Mais do que isso, é preciso desenhar uma estratégia mobile para empresas.

Vamos combinar: não é nada mais irritante do que acessar um site pelo celular e não conseguir navegar direito, né? Letras miúdas e imagens que não carregam tornam a experiência do usuário móvel frustrante.

Você, aliás, pode perder a chance de impactar um lead em algum de seus micro-momentos. E temos certeza de que você não quer que isso aconteça. Então, acompanhe este texto e descubra como e por que criar uma página web responsiva.

O que é uma página de web responsiva?

Em primeiro lugar, vamos deixar claro o conceito. Uma página web responsiva permite que o usuário consiga visualizar da mesma maneira o conteúdo do seu site em smartphones, notebooks, tablets e até leitores de livros digitais, se você quer saber.

o que é página web responsiva

Um design responsivo faz com que site se adapte a diferentes tamanhos de telas, organizando o conteúdo e exibindo o menu de maneira correta. Assim, não é preciso criar várias páginas: uma para o desktop e outra para o celular. É menos trabalhoso.

Em suma, esse tipo de página exige uma única versão de HTML e CSS para cobrir todas as resoluções de tela.

Mude agora mesmo!

Caso tenha um site, blog ou mesmo uma landing page convencional e quer torná-los responsivos, vamos lá! Criar uma página web responsiva não exige grandes feitos. E o melhor: não é necessário descartar todo o conteúdo já produzido.

De quebra, a mudança faz com que o seu site tenha mais chances de posicionar na primeira página do Google. Isso porque a experiência do usuário móvel é um dos critérios de ranqueamento.

Acompanhe o comportamento do tráfego do seu site

Antes de mudar tudo e atropelar as decisões, monitore o comportamento das pessoas que acessam o seu site. Aliás, uma das informações fornecidas pelo Google Analytics é justamente o dispositivo usado pelos visitantes: computador, celular ou tablet.

A ferramenta ainda afirma quais são as páginas mais acessadas por cada dispositivos e quanto tempo o usuário permanece em seu site. Com esses dados em mãos, fica mais fácil planejar ações para mantê-los online por mais tempo e saber a hora certa da mudança.

Estude a concorrência

Já dedicamos um texto sobre o assunto, mas não custa reforçar. É fundamental fazer um benchmarking de marketing digital. Isso significa buscar ideias de quem fez e deu certo.

página web responsiva estude a concorrência

Então, abra muitos sites em diferentes dispositivos. Aqueles em que apresentam barra de rolagem simples e facilidade para dar zoom nos conteúdos são os vencedores. É eles que devem servir de fonte de inspiração para você criar a sua página web responsiva.

Conheça ferramentas para criar sua página web responsiva

Criar uma página responsiva não exige que você seja um especialista, tampouco programador. Na internet, é possível encontrar ótimas opções de ferramentas. Você só precisa de disciplina e paciência para se aventurar na programação.

O Adobe Muse é ideal para quem não é nenhum especialista em programação, uma vez que sua interface é simples e intuitiva. Para completar, a ferramenta cria sites responsivos que carregam rapidamente.

Por sua vez, o Froont é um aplicativo gratuito, muito semelhante com o Adobe Muse. Com ele, você desenvolve sua página web responsiva diretamente do seu navegador, sem a necessidade de instalar um programa ou comprar algo.

Por fim, o ville Target tem a solução perfeita para o desenvolvimento de landing pages efetivas. Graças ao recurso de arrastar-e-soltar, você só tem o trabalho de selecionar e posicionar as imagens e os vídeos, além de escrever textos com gatilhos mentais. Para completar, a plataforma tem diversas opções de botões para você fazer um Call to Action eficiente.

Dicas extras para sua página web responsiva

Ninguém aguenta esperar muito tempo para um site carregar. E, na internet, 5 segundos já é MUITO tempo. Para não ter esse problema, procure eliminar itens desnecessários. Efeitos costumam ser atrativos para usuários de desktops, mas não funcionam em celulares e tablets.

Imagens pesadas também são um erro. Lembre-se que elas precisam ser carregadas em quaisquer dispositivos e, em muitas vezes, em conexões lentas de 3G. Uma dica, aqui, é recorrer à ferramenta TinyPNG. Ela faz a compressão de tamanho das suas imagens sem comprometer na qualidade.

Por fim, os textos precisam estar em 16px para que os usuários não tenham de fazer zoom ao ler.

página web responsiva experiência do usuário

Não pensem que essas preocupações são bobagens. Pelo contrário. De acordo com o Google, 57% dos usuários não recomendam uma empresa que tenha um site mal projetado para mobile. E mais: após uma experiência ruim no mobile, 41% visitaram o site da concorrência.

Agora que você já sabe a importância de criar uma página web responsiva, mãos à obra!

automacao de marketing

Posts relacionados