(11) 3090-7535 / (27) 3262-0877 comercial@villetarget.com

Novelas, filmes, livros e até algumas matérias do jornalismo estão aí para provar o quanto uma boa história pode envolver o leitor e incentivar sua tomada de decisão. Mas você sabia que contar histórias pode ser um dos tipos de conteúdos que geram vendas? Se não sabia, você precisa conhecer o storytelling na prática, uma estratégia de marketing moderna e de grande potencial.

Todo mundo gosta de acompanhar uma história bem contada e com certeza você deve ter muito para contar sobre sua empresa. Aliás, optar por essa forma de dialogar com seus leads, prospects e clientes pode ajudá-los a entender suas informações mais facilmente.

Ficou interessado por essa estratégia de marketing? Então, veja como aplicar o storytelling na prática.

Afinal, o que é storytelling?

O Storytelling agrega recursos audiovisuais e palavras para contar histórias de maneira simples e relevante. Com um considerável caráter persuasivo, essa ferramenta está presente no universo do marketing, da TV e da publicidade com o objetivo de promover uma marca, negócio ou produto.

o que é storytelling na prática

Tudo isso é feito de uma forma bem sutil, sem aquela obrigação de realizar uma venda direta. Afinal, sabemos o que bombardear os usuários com propagandas agressivas não é uma maneira muito inteligente de relacionar com eles.

Hoje em dia, os clientes têm poder para decidir aquilo que vão consumir. É o fim do marketing de intromissão. Daí, a importância de fazer um bom marketing de conteúdo e, entre suas estratégias, encontra-se o storytelling.

Seu perfil narrativo contribui para tornar a relação da empresa com seu público mais estreita. É importante deixar claro que o storytelling é composto por elementos narrativos. São eles: elementos visuais; diálogos reais; um personagem que seja identificado com seu público-alvo e persona; componentes que despertem emoções e algum conflito que seja resolvido no desfecho.

Storytelling na prática

Agora que você já sabe o que é storytelling, vamos ver como você pode aplicar essa estratégia de marketing em suas campanhas de maneira eficiente. Vamos lá!

O que compõe um bom storytelling

Para desenvolver um bom storytelling, você precisa ter um público-alvo bem definido. Afinal de contas, saber o perfil de audiência interessada pelo que você tem para oferecer é essencial para que a sua história alcance o resultado esperado.

Como em qualquer ação de marketing, você também precisa estipular um objetivo que possa ser medido e alcançado. Tais características são essenciais para acompanhar e garantir a evolução de suas estratégias.

elementos de storytelling na prática

Quando pensar em traçar seus objetivos, pense em algo condizente com sua realidade. Do contrário, a frustração pode ser grande. Para acompanhar seu storytelling, utilize também dados que possam ser relacionados com o contexto da história.

A junção perfeita entre a história e a estatística é necessária para reforçar e comprovar sua mensagem. Não se esqueça de incluir outros fatores, como reciprocidade, compromisso, prova social, autoridade, gosto e escassez. Tudo isso contribui bastante para a persuasão, outro elemento fundamental para garantir o sucesso de seu storytelling.

Como criar uma história fantástica

Desenvolver uma história pode parecer difícil, mas não é. Quer ver só? Primeiro pense em um protagonista com quem seus leitores possam se identificar. Ele também precisa ter uma personalidade forte e atraente ao ponto de levar todos a se envolverem com a história.

Para isso, vale a pena se inspirar em um exemplo real. Ao desenvolver sua jornada e dar foco à história, pense no que sua buyer persona deseja. No entanto, é importante já saber qual será o final, antes de desenvolver o meio. Ela é a parte mais marcante do storytelling. Por isso, a responsabilidade é grande. Depois, leia e releia o que foi escrito, porque sempre dá para melhorar.

Como o cérebro é afetado pela storytelling

A ciência comprova a eficiência do storytelling na prática. Histórias bem contadas promovem diversas reações no cérebro. A principal delas é levar o leitor a transformar aquela história em sua ideia e experiência, despertando um grau de empatia que o conduz a compartilhar e comentar o que foi lido.

como storytelling na prática afeta o cérebro

A relação de identificação, reforçada pela carga emocional, induz a liberação de dopamina no cérebro. Essa reação contribui para que ela seja lembrada mais facilmente com maior riqueza de detalhes. Trata-se, portanto, de uma estratégia de branding para construir uma marca forte.

Aliás, um exemplo de uma empresa que aplica muito bem o storytelling na prática é a Coca-Cola. Note que em suas propagandas, ela não reforça os benefícios do produto. Na verdade, o refrigerante é apenas um elemento dentro de uma história contada na propaganda.

Na campanha de sucesso “Compartilhe uma Coca”, a marca estampou nomes de pessoas nas latas do refrigerante. A mensagem era clara: compartilhar é mais importante do que aquilo que é compartilhado.

Conclusão

Não é por acaso que o storytelling é considerado uma ferramenta de marketing digital bastante importante. Seus efeitos são bastante amplos, além de eficientes.

Vale a pena utilizar essa estratégia. Não tenha dúvida de que ela pode aumentar bastante seu tráfego, aumentando até a fidelidade e a confiança de seu público. A prática constante é fundamental para alcançar a perfeição na criação de uma storytelling.

conclusão de storytelling na prática

Quando uma história é muito bem contada e gera empatia em seu público, é possível que sua campanha viralize. E você ainda pode impulsionar esse alcance divulgando seu storytelling em diversos canais.

Para não perder muito tempo na divulgação, utilize a plataforma de automação de marketing ville Target. Com ela, você consegue disparar campanhas de email marketing para toda a sua base e realizar o agendamento de posts nas redes sociais. Assim, a sua história alcança muito mais pessoas.

Boa sorte!

automacao de marketing

Posts relacionados